25 Sinais de Pessoas Extremamente Tóxicas

Pamella Goncalves - julho 21, 2023
Share

Como você define o mal? Cada religião tem sua própria definição, juntamente com várias maneiras de detectar e neutralizar essas forças hostis. O mal e personagens malignos aparecem até em livros e filmes. Estes indivíduos possuem um grande poder e o utilizam para prejudicar os outros. Pessoas más usam suas habilidades para adquirir mais poder. Além disso, derrubam qualquer um que apareçam no seu caminho. A ficção retrata pessoas más para facilitar a distinção entre elas e os bons protagonistas. Elas não tentam esconder suas intenções. Em vez disso, mostram suas atitudes para todos.

No entanto, na realidade, as pessoas tóxicas não são fáceis de detectar. Não revelam previamente os seus motivos, porque não querem que todos saibam suas reais intenções. Elas são mestres do disfarce e se misturam com outras pessoas. Essas pessoas más não são como as pessoas das histórias. Não, elas não têm planos de dominar ou destruir o mundo. O que as torna erradas é a sua falta de empatia pelas outras pessoas. Isso não quer dizer que sejam sociopatas ou psicopatas. Em vez disso, elas usam e traem pessoas. Elas fazem isso sem se importar com as emoções dos outros. Aqui estão algumas maneiras de identificar pessoas más, que não têm boas intenções.

Pessoas que precisam de validação constante podem ser exaustivas. Credit: Cosmopolitan

25. Exigem Validação Constante

Quem já teve um amigo que precisava de validação constante sabe o quão exaustivo pode ser tranquilizá-lo e garantir que tudo vai ficar bem 24 horas por dia, 7 dias por semana. A necessidade de validação e aprovação constantes é uma característica incrivelmente desgastante. O relacionamento pode tornar-se tóxico, especialmente se essa validação for cansativa, ou pior ainda, se para se sentirem melhor precisem desfazer dos outros. Se você tem um amigo ou parceiro que constantemente desfaz dos outros ao seu redor na tentativa de se sentirem melhor, é provável que seja apenas uma questão de tempo até que a negatividade te afete também.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

Embora todos precisemos da aprovação das pessoas e de encorajamento, quando nos sentimos pra baixo, há uma grande diferença entre nós e os que querem aprovação o tempo todo. Algumas pessoas têm problemas de saúde mental, e às vezes elas precisam mais de aprovação, o que não é necessariamente tóxico, mas muitas pessoas saudáveis querem ser elogiadas o tempo todo, para alimentarem seu ego. Esse sentimento de grandiosidade e necessidade de reconhecimento é uma característica muito tóxica e que pode rapidamente acabar prejudicando você ou outras pessoas, à medida que procuram constantemente mais e mais elogios e aprovação.

Pessoas que não conseguem ter empatia podem ser tóxicas. Photo Credit: HuffPost Canada

24. Elas Não Têm Empatia

A empatia, ou a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa, é uma habilidade social humana essencial que nos permite compreender ou pelo menos lamentar a posição ou os sentimentos de outra pessoa. As pessoas que não demonstram empatia são frequentemente caracterizadas como sociopatas. Embora essa seja uma reação exagerada bastante extrema, as pessoas que optam por não ter empatia são tóxicas e provavelmente acabarão prejudicando seus sentimentos intencionalmente ou pelo menos acidentalmente. Se você precisa explicar para alguém por que deve se preocupar com outra pessoa, isso é um forte sinal de comportamento tóxico futuro.

Photo Credit: Cookie Studio/Shutterstock

Algumas formas de neurodivergência, como o autismo, podem tornar a empatia mais difícil de entender e praticar, mas isso é drasticamente diferente de se recusar a ter empatia ou se recusar a tentar. Se você conhece alguém que tem dificuldades para entender as emoções dos outros devido à neurodivergência, esta pessoa não é tóxica, e você pode ajudá-la. No entanto, se alguém se recusa a considerar a perspectiva de outra pessoa ou rejeita abertamente ter empatia, isso é preocupante. O coração pode nos levar a mudar de opinião sobre algo, político ou pessoal, e permitimos essa mudança ao considerar a realidade de outra pessoa. A falta de vontade de ter essa consideração pode ser muito tóxica.

Sentimentos de culpa podem parecer genuinamente terríveis. Credit: Healthline

23. Pessoas Tóxicas Culpam Você

Você conhece alguma pessoa que sempre que conversam, parece que estão discutindo? Talvez seja uma história triste e longa que sempre termina com você concordando com ela. Se você sempre se sente culpado, mesmo por pequenas coisas como por escolher o restaurante ou qual filme assistir, você pode estar lidando com uma pessoa tóxica. A culpa, na qual sua boa natureza ou simpatias são usadas contra você por meio de uma história triste ou trazendo à tona uma briga passada, é uma tática eficaz de manipulação emocional e às vezes até abuso em relacionamentos românticos.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

Não deixe de lado os casos de culpa, mesmo que tenham sido por causa de coisas pequenas; colocar a culpa em você é uma forma de manipulação emocional. Muitas pessoas tóxicas podem e irão usar esta tática frequentemente e muitas vezes até de uma forma “brincalhona” para tornar a manipulação mais difícil de perceber. Aproveitar da sua boa vontade ou trazer à tona o passado nunca é uma maneira apropriada de tentar influenciar uma decisão, mesmo que seja uma piada. Qualquer um que rotineiramente te culpe, especialmente se você permitir, sempre será capaz de encontrar outra nova fonte de culpa para continuar controlando seu comportamento e decisões.

Photo Credit: Koldunov/Shutterstock

22. Sempre é a Vítima

Uma característica significativa das pessoas tóxicas é a incapacidade de se desculpar por seu comportamento e suas consequências. Uma das principais táticas que utilizam para evitar esta responsabilidade é o fato de sempre serem as vítimas em qualquer situação, mesmo quando a culpa for delas. Se você tem um amigo ou parceiro que feriu seus sentimentos, e quando você comenta sobre isso, eles dizem que quem está errado é você e que você os machucou, então você conhece uma pessoa que sempre se faz de vítima. Pode ser incrivelmente prejudicial a longo prazo, pois é semelhante ao gaslighting, um comportamento abusivo.

Photo Credit: Shift Drive/Shutterstock

Infelizmente, muitas pessoas reagem defensivamente quando são criticadas por um comportamento problemático, seja simplesmente por ferir os sentimentos de alguém ou um comportamento mais pernicioso, como uma fala preconceituosa. Essa atitude defensiva manifesta-se frequentemente como uma tentativa de inverter a situação ao transformar a verdadeira vítima no vilão da história. Se você sempre se sente acoado mesmo sendo a vítima, provavelmente conhece alguém tóxico. Esse é um comportamento difícil de mudar, porque o simples fato de comentar sobre esse defeito, já pode provocar uma reação de vitimização, então é melhor se você cortar os laços com esse tipo de pessoa tóxica.

Ignorar seus limites te deixa desconfortável. Credit: UBC Blogs

21. Elas Ignoram Seus Limites

Todos os tipos de relacionamentos precisam de limites, seja romântico, amizade, ou mesmo no local de trabalho. Os limites são uma maneira saudável de garantir que você se mantenha seguro enquanto comunica expectativas para aqueles de quem gosta. Um grande defeito na maioria das pessoas tóxicas é a completa falta de respeito pelos limites de qualquer pessoa. Se um amigo ou parceiro está violando repetidamente seus limites, não é apenas um sinal de falta de respeito por você como pessoa, mas um sinal de que ele é extremamente tóxico. Tolerar uma violação de seus limites para apaziguar uma pessoa tóxica provavelmente levará a violações ainda maiores no futuro.

Photo Credit: asiandelight/Shutterstock

Os limites podem parecer diferentes de relacionamento para relacionamento e de pessoa para pessoa, dependendo dos valores pessoais, comportamentos, tradições, e mais. É importantes que os limites sejam traçados e combinados pelas pessoas do relacionamento. Estabelece respeito. Se um amigo concordar com um limite como “não me ligue às quintas-feiras porque trabalho até tarde”, é um bom amigo. Se um amigo ligar na quinta-feira e ficar zangado com você por não tender, isso é um sinal de toxidade, e mostra as verdadeiras intenções da pessoa.

Maltratar os trabalhadores é tóxico. Photo Credit: Your Free Career Test

20. Pessoas Tóxicas São Rudes Com Prestadores de Serviços

Costuma-se dizer que a melhor forma de julgar o caráter é observar como alguém se comporta quando acha que ninguém está vendo e como trata o “menor” entre nós. Para muitas pessoas tóxicas, um defeito particularmente desagradável se tornará facilmente aparente quando você vê como elas interagem com prestadores de serviço, como baristas ou garçons. As pessoas tóxicas muitas vezes são incrivelmente frias ou abusivas com trabalhadores, e os consideram como seus servos, e é um indicador instantâneo da qualidade – ou da falta dela – do caráter de alguém. Pense em como você gostaria de ser tratado em um desses empregos e veja como seus conhecidos tratam os trabalhadores.

Photo Credit: Rommel Canlas/Shutterstock

É essencial observar esse defeito em primeiros encontros. Como seu parceiro em potencial trata os funcionários de um restaurante? Recusa-se a fazer contato visual e apenas exigem coisas sem dizer por favor ou obrigado? Faz comentários desconfortáveis a quem acha atraente? São condescendentes? Qualquer comportamento em relação aos prestadores de serviços que te deixe desconfortável é um forte sinal de que esta pessoa eventualmente também te deixará desconfortável com seu comportamento tóxico.

Relacionamentos saudáveis não devem te cansar. Credit: Medical News Today

19. Te Deixam Exausto

Você conhece alguém que após conversarem, você se sente cansado e esgotado? Algumas pessoas chamam essas pessoas de “vampiros de energia” graças ao efeito exaustivo que causam. A menos que você seja o maior introvertido do mundo, falar com um amigo ou ente querido deve pelo menos deixá-lo emocionalmente recarregado, mesmo que esteja fisicamente cansado ou que seus processos sensoriais estejam sobrecarregados. Se você achar que este não é o caso e que você está se tornando relutante em falar com alguém, pode ser que essa pessoas seja tóxica e esteja sugando sua energia, para chamar atenção ou por qualquer outro motivo.

Photo Credit: Piti Tangchawalit/Shutterstock

É conhecimento geral que todos relacionamentos devem ser saudáveis. Isso não quer dizer que não possa haver desentendimentos ou discussões, mas o relacionamento em si deve ser, em geral, um espaço saudável no qual você se sinta feliz. Um relacionamento que te deixa exausto ou esgotado é o oposto disso, e vale a pena investigar se a pessoa apresenta um comportamento tóxico que esteja causando isso. Alguém que precisa de aprovação constante, alguém que te engana ou alguém ciumento pode cansar os outros. Se você achar que seu relacionamento está sendo exaustivo ou desgastante, pense na situação e tente descobrir a causa desses sentimentos negativos.

As pessoas tóxicas muitas vezes tem inveja de tudo. Credit: Psychology Today

18. Inveja De Tudo

Se você se importa com alguém, você deve ficar feliz por coisas boas e felizes que acontecem com ela. Você merece o mesmo respeito das outras pessoas, e elas devem ficar felizes por você se algo legitimamente saudável e feliz acontecer com você, seja um novo amigo, parceiro romântico, oferta de emprego ou qualquer outra coisa. Se você tem um amigo que mostra inveja das coisas boas que acontecem com você, ou ciúmes d de pessoas que você valoriza, essa pessoa pode ser tóxica e pode te prejudicar emocionalmente.

Photo Credit: wavebreakmedia/Shutterstock

Não deixe um amigo ou parceiro ciumento sugar a alegria das coisas boas da sua vida por meio desse sentimento. Ninguém tem direito a todo o seu tempo e atenção. Além disso, qualquer amigo que tente limitar o seu contato com os outros por ciúme não é amigo. Da mesma forma, os amigos nunca devem desencorajá-lo de aproveitar uma oportunidade ou celebrar o sucesso porque têm inveja disso. Amigos animam um ao outro, assim como parceiros românticos. Embora possa ser natural sentir um pouco de inveja por algo grande que você não tenha, um verdadeiro amigo vai deixar isso de lado e apoiá-lo independentemente.

Photo Credit: wavebreakmedia/Shutterstock

17. Sempre Na Defensiva

Já falamos sobre o papel de vítima, que é uma das principais formas de defesa que as pessoas tóxicas usam para tentar controlar as situações e as pessoas. No entanto, essa não é a única tática. Se você tem um amigo ou parceiro que constantemente parece estar questionando você com “o que você quer dizer com isso” ou sempre tem muitas evidências para se justificar, provavelmente está sempre na defensiva, o que pode ser tóxico e exaustivo. Alguém sempre na defensiva está totalmente fechado e nunca o deixará se aproximar para qualquer tipo de amizade ou intimidade.

Photo Credit: Estrada Anton/Shutterstock

Ser defensivo pode ser uma resposta ao trauma, por isso pode valer a pena investir tempo e energia para ajudar alguém a superar isso. No entanto, isso não é sua obrigação, e é sua escolha ajudar essa pessoa ou não. Algumas pessoas também permanecem na defensiva simplesmente para evitar assumir a responsabilidade por suas ações e, muitas vezes, empregam outras táticas, como o gaslighting, para atingir esse objetivo. Esse tipo de comportamento é puramente tóxico e não deve existir em relações saudáveis. Não deixe que as pessoas na defensiva te roubem a alegria.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

16. Pessoas Tóxicas Usam Gaslighting

Gaslighting, em homenagem à peça Britânica Gas Light, na qual um homem tenta convencer sua esposa de que ela está perdendo a sanidade, é uma forma particularmente insidiosa e desagradável de abuso psicológico e emocional em que o agressor planta uma semente de dúvida na mente da vítima sobre sua memória e percepção, levando-os a questionar seus próprios valores e memórias, muitas vezes sobre incidentes em torno do agressor. Nos relacionamentos íntimos, geralmente assume a forma do agressor chamando a vítima de louca e negando evidências claras quando apresentada na tentativa de manipular psicologicamente a realidade da outra pessoa.

Photo Credit: Alexandr23/Shutterstock

O gaslighting pode ocorrer em amizades e até em relacionamentos de trabalho, por isso é essencial reconhecer os sinais. Se um amigo ou colega de trabalho contesta você ao falar de um problema com seu comportamento com frases como “não foi isso que aconteceu” ou “você tem certeza de que está se sentindo bem”, esses são sinais sérios de gaslighting. Qualquer pessoa que o faça questionar as suas próprias memórias ou a sua sanidade está provavelmente exercendo uma influência extremamente tóxica na sua vida, e vale a pena distanciar-se dessas pessoas. Se você percebeu esta tática sendo usada por um parceiro romântico, por favor, procure ajuda na sua área.

Photo Credit: Roman Samborskyi/Shutterstock

15. Não Contam a Sua História de Vida

A melhor maneira de esconder os motivos e o caráter dominante de alguém é ao não falar sobre isso. O mesmo se aplica às pessoas tóxicas. Elas sabem tudo sobre a sua vida. No entanto, você nunca saberá tudo sobre elas. O foco estará sempre em você e não nelas. Isso porque, quanto mais souberem de você, mais poderão te controlar e manipular. Uma vez que uma pessoa conhece seu pasado, personalidade e desejos, é fácil te magoar e usar. É porque as pessoas negativas prestam atenção nos seus pontos fracos. Elas sabem suas inseguranças e de onde elas se originam também. Elas sabem como te bater onde mais dói.

Photo Credit: WAYHOME studio/Shutterstock

Se estiver vulnerável, estará à mercê delas. Conhecimento é poder, e as pessoas más nunca abandonarão esse poder. E elas nunca são justas, porque nunca contam sobre a vida delas como você contou a sua. Em vez disso, escondem a sua verdadeira história. Elas até podem inventar uma nova história. Além do mais, elas não contam a mesma história para todo mundo. Cada pessoa provavelmente ouvirá uma versão diferente. Isso faz com que os conhecidos dessa pessoas achem que elas têm uma vida dupla, porque nada faz sentido. Uma conexão real com uma pessoa é através da vulnerabilidade. É através dessa vulnerabilidade que você aprende sobre uma pessoa e começa a se preocupar com ela. Uma pessoa má não quer que você aprenda sobre ela. Ela não quer isso, porque quer ter controle total na relação.

Photo Credit: Flamingo Images/Shutterstock

14. Só Aparecem Quando Está Tudo Bem

A vida não é um caminho reto. Está cheio de buracos, torções, curvas, penhascos e peças em construção, bem como algumas superfícies lisas aqui e ali. No entanto, não estamos sozinhos. Muitas vezes, nossos amigos e entes queridos podem ajudar. Essas pessoas estão lá para consertar um pneu quando ele estiver solto. Elas acordam em horas ridículas da manhã para trazer gasolina para você. Elas dirigem com cuidado perto de curvas perigosas. Além disso, elas aceleram com você em trechos maravilhosamente suaves que parecem que vão durar para sempre. No entanto, as pessoas não estão lá para lutar contra todos os obstáculos com você. Elas são um apoio, uma ajuda.

Photo Credit: Look Studio/Shutterstock

Elas lembram que você não está sozinho e que podem te ajudar sempre que precisar. A sua ajuda pode ser sob a forma de conselhos ou mesmo apenas um ouvido atento ou uma mão para segurar. É a marca de uma pessoa que te ama e que você ama. Estas pessoas não desaparecem quando a situação fica ruim. Elas permanecem firmes e perseveram com você. Uma pessoa má não faz isso. Elas não se importam com você e desaparecem quando você não puder mais fazer coisas por elas como costuma fazer. Quando você tiver dinheiro, elas estarão por perto. Quando você não exigir nada, elas estarão por perto. No entanto, assim que as coisas começam a parecer um pouco difíceis, elas desaparecem. Seja um problema emocional ou dificuldades financeiras. Elas fogem. Só falam com você quando está tudo bem.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

13. Fogem da Responsabilidade

Causa e efeito governam o mundo em que vivemos. Cada ação, por maior ou menor que seja, tem alguma consequência. Essa é uma lei inescapável do universo. Como um ser senciente e um adulto, você deve assumir a responsabilidade por suas ações. Nos ensinam isso desde pequenos. Se cometer um erro, é sua responsabilidade. Além disso, se fizer uma escolha errada, precisará viver com as consequências. É assumindo a responsabilidade por suas ações que você aprende. É assim que as pessoas evoluem. Quando uma pessoa assume todo o peso de um erro, percebe que tem de mudar de alguma forma. Talvez precise reavaliar a forma como toma decisões ou como gerencia os seus impulsos.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

Ela pode avaliar o seu caráter ou personalidade. Além disso, essas pessoas podem se perguntar se são muito críticas, temperamentais ou egoístas. Afinal, só vivemos uma vez. Você só tem uma chance de viver a melhor vida possível e ser a melhor pessoa possível. Isso significa que você deve se fazer perguntas difíceis. Às vezes, você tem que aceitar culpa. Depois de fazer isso, você deve trabalhar no processo de ajuste do seu caráter e visão de mundo. Pelo menos, é isso que uma pessoa sensata faz. No entanto, uma pessoa que não aceita a responsabilidade por suas ações não está certa. Essas pessoas não só não assumem a responsabilidade, mas também tentam transferir a culpa. Acusam os outros ou negam a existência do problema.

Photo Credit: Arturs Budkevics/Shutterstock

12. Mentem o Tempo Todo

Existem verdades absolutas? As pessoas têm as suas próprias realidades. Essas realidades diferem em tamanho e composição geral. Dependem também da pessoa e do ambiente em que cresceram. O fato lamentável é que você nunca conhecerá outra perspectiva senão a sua. Portanto, só conhecemos nossa própria realidade. Você sempre pode tentar ser mais aberto às perspectivas, opiniões e ideias de outras pessoas. Isso ajuda a melhorar a sua existência. Mas cada perspectiva é única. A consequência é que a verdade pode ser diferente para pessoas diferentes. Embora seja bom pensar que a verdade é objetiva, não é.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

É subjetiva e contaminada por uma multiplicidade de fatores específicos de cada pessoa. Esta linha de pensamento pode sugerir que não existem mentiras. Pode indicar que as pessoas estão apenas agindo e falando das suas próprias realidades. No entanto, existe aqui uma linha divisória. As mentiras existem, mas não dependem da pessoa que está ouvindo, mas sim da pessoa que está mentindo. Se o objetivo é ocultar ou enganar, então é mentira. Nessa situação, não tem a possibilidade de perspectivas ou realidades diferentes. A pessoa está mentindo, e ponto final. Não só existem mentiras, mas todos as contam. Mentiras acontecem todos os dias. No entanto, a distinção entre pessoas más é que mentem compulsivamente, como se fosse um esporte. Mentem porque podem. As pessoas erradas mentem sobre coisas grandes e pequenas. Não há como chegar à verdade com essas pessoas, pois elas simplesmente contarão mais mentiras para encobrir a mentira inicial.

Photo Credit: sp3n/Shutterstock

11. Nunca Renunciam o Controle

Existem dois tipos de pessoas neste mundo. Algumas pessoas acreditam que o mundo está ordenado, e que elas tem algum tipo de controle. E outras acreditam que o caos governa o mundo. Quem acha que o mundo é ordenado vive de uma forma definida. Essas pessoas foram levadas a acreditar que se alguém age de uma certa maneira e faz um determinado conjunto de coisas, então as coisas vão dar certo para elas. Elas acham que essa filosofia impulsiona todas as pessoas e tudo é explicável até certo ponto. Mas as outras pessoas vivem num mundo completamente diferente. Elas vêem o mundo como sendo muito mais confuso e caótico. Elas não acreditam que haja uma maneira definida e direta de viver a vida. Além disso, elas não vêem as pessoas como criaturas previsíveis.

Photo Credit: VGstockstudio/Shutterstock

Embora esses dois grupos de pessoas possam ter filosofias muito diferentes sobre a vida, ambos buscam algum nível de controle. Nenhuma delas deixa as coisas acontecerem ao acaso. Cada uma tem seu próprio método de controle. No entanto, cada uma delas tenta exigir diferentes graus de controle. Essa é a natureza humana. E existem as pessoas más. Estas pessoas são loucas por controle. Elas querem controlar tudo e todos. Indivíduos sem escrúpulos fazem isso porque lhes dá poder e porque acreditam que é seu direito. Consideram-se melhores do que os outros e, portanto, têm o direito de usar e controlar os outros para conseguirem o que quer.

Photo Credit: YAKOBCHUK VIACHESLAV/Shutterstock

10. Querem Todo o Seu Tempo

A vida é um ato de equilíbrio. Só lhe são dadas 24 horas por dia para realizar tudo o que precisa ser feito. Cada pessoa divide o seu tempo à sua maneira única, seguindo a forma como valoriza as coisas. Uma pessoa que adora dormir pode garantir que está descansando adequadamente. Quem está focado no sucesso dedicará muito mais tempo ao seu trabalho do que a qualquer outra coisa. No entanto, os que trabalham para desfrutar das suas vidas gostam de um equilíbrio entre trabalho e diversão. Cada um de nós é obrigado a fazer este malabarismo entre o que queremos e o que temos de fazer. Já que o tempo é importante, as pessoas tentam sempre estar perto de quem valoriza as mesmas coisas. Trata-se de uma tentativa de evitar conflitos.

Photo Credit: Min C. Chiu/Shutterstock

Uma pessoa orientada para o trabalho não quer ser incomodada por trabalhar muito. Querem que os seus entes queridos aceitem e admirem o fato de se dedicarem ao seu trabalho. Uma pessoa que valoriza as experiências não quer ouvir que lhes falta ambição ou foco. No entanto, embora seus entes queridos nem sempre concordem com a maneira como você utiliza seu tempo, eles também não se esforçam para desperdiçá-lo. Seus entes queridos não exigem sua atenção quando sabem que você é necessário em outro lugar. Uma pessoa má não faz a mesma coisa. Ela não valorizam o que você valoriza, e elas não se preocupam com o seu sucesso ou felicidade. Em vez disso, elas sempre exigem seu tempo e atenção, independentemente de quão inconveniente possa ser para você.

Photo Credit: StockLeb/Shutterstock

9. São Manipuladoras

As pessoas sempre falam sobre manipulação, mas qual é a sua definição? No sentido mais amplo, a manipulação implica coagir uma pessoa a fazer ou sentir algo diferente do seu costume. Os manipuladores fazem isso sem o conhecimento da pessoa. Em vez disso, a vítima da manipulação se pergunta por que está fazendo algo ou se sentindo de uma forma diferente da sua personalidade. Existem dois resultados prejudiciais da manipulação. O primeiro é o resultado direto da manipulação. Uma pessoa pode ter sido coagida a fazer algo sem ter todas as informações. E consequentemente, não estão cientes das consequências. Na manipulação emocional, as pessoas sentirão uma infinidade de emoções prejudiciais que o manipulador propositalmente induz.

Photo Credit: Elnur/Shutterstock

O segundo resultado prejudicial é quando um manipulador rouba uma pessoa do seu livre arbítrio. O livre arbítrio existe, e é um crime hediondo tirar isso de uma pessoa. Cada indivíduo deve ter o direito de tomar as suas próprias decisões. Você deve agir como se sente e não merece que alguém brinque com suas emoções para se divertir. Uma pessoa má é um manipulador incrivelmente habilidoso. Elas podem fazer você sentir o que elas desejam que você sinta. Elas podem fazer as pessoas agirem de maneiras não convencionais. Além disso, o indivíduo manipulado pode até trocar seu ponto de vista de si mesmo com a perspectiva do manipulador. Uma pessoa má pode facilmente quebrar seu senso de identidade e até mesmo seu núcleo moral.

Photo Credit: True Touch Lifestyle/Shutterstock

8. Nunca Se Desculpam

Com que frequência as pessoas pedem desculpas sinceras? Você pode ter recebido um pedido de desculpas antes, mas essa pessoa estava genuinamente arrependida? Ou estavam apenas tentando resolver a situação o mais rápido possível? Um pedido de desculpas sincero exige como e por que as coisas deram errado. Para entregar sinceramente esse pedido de desculpas, uma pessoa precisa estar plenamente ciente da dor que causou. Quando percebe o que fez de errado, ela sente remorso. O remorso implica sentir-se culpado pela dor e pelo dano que causou. É surpreendentemente difícil encontrar um verdadeiro remorso. Duas coisas impedem estas sinceras desculpas. A primeira é que as pessoas não têm uma gama semelhante de emoções.

Photo Credit: Iakov Filimonov/Shutterstock

Cada pessoa tem uma tolerância diferente para a dor emocional. Enquanto uma ação específica pode realmente machucar uma pessoa, dez outras pessoas não seriam afetadas. Portanto, se uma pessoa não se magoa com as suas próprias ações, é provável que não sinta remorso quando magoa os outros. A segunda coisa é que é preciso muita coragem e força de caráter para admitir a culpa. As pessoas não gostam de pensar ou reconhecer que cometeram erros. Elas não querem reconhecer o erro. Por isso, uma pessoa má nunca se desculpa. A culpa é uma emoção totalmente estranha para indivíduos mal-intencionados. Elas não se importam se causaram danos a outra pessoa. Portanto, não pedem desculpas.

Photo Credit: Nestor Rizhniak/Shutterstock

7. A Realidade Delas É Completamente Diferente

As pessoas são diferentes. Isso pode parecer uma afirmação boba, mas é a verdade. As pessoas estão sempre dizendo que todos são diferentes e têm direito à sua própria opinião. No entanto, o que significa isto? As pessoas são diferentes porque todas vêem o mundo de forma diferente. Todos têm opiniões diferentes sobre como acreditam que o mundo funciona e como deve funcionar. As pessoas também têm a sua própria versão do que é certo e do que é errado. Infelizmente, não existe uma verdadeira referência moral neste planeta. Diferentes instituições religiosas e caminhos espirituais podem tentar definir os seus padrões. Portanto, ao se isolar, perceberá como tudo é confuso.

Photo Credit: Twinsterphoto/Shutterstock

Resumindo, cada pessoa tem sua personalidade. Cada um de nós só conhece o mundo através dos nossos olhos e, portanto, a única verdade relevante é a sua. Uma pessoa má não pode ser excluída disto. Ela também tem a sua própria realidade. Mas elas são um pouco diferentes. Para as pessoas más, não há discussão entre o certo e o errado. Nem sequer sentem a necessidade de fazer essa distinção. Vivem numa realidade em que simplesmente fazem o que querem. Seus desejos e vontades são tudo o que é relevante. Portanto, o impacto sobre outras pessoas nem sequer entra na equação. Uma realidade como esta não nasce de um choque de ideologia ou de educação. Surge de uma crença predominante de que ela é mais importante do que qualquer outra pessoa. Elas acreditam que seus desejos e opiniões são as únicas coisas que importam.

Photo Credit: Rido/Shutterstock

6. Te Excluem

Os seres humanos são feitos para sobreviver. Durante milhares de anos, evoluíram de formas específicas, com o único objetivo de garantir a sobrevivência da espécie humana. Esta evolução pode ser física, mas os sistemas mais interessantes encontram-se abaixo da superfície. Inclui a reação de luta ou fuga. Esse é um termo leigo para a ação do sistema nervoso simpático que se alimenta quando uma pessoa está em perigo. Quando este sistema é ativado, há uma infinidade de mudanças fisiológicas que ocorrem. O objetivo é proporcionar à pessoa a energia e capacidade para lutar contra o seu agressor ou fugir para um local seguro. Os cientistas estudaram esta resposta física, por isso este é um fato científico. Existe, no entanto, outro tipo de mecanismo de defesa que os seres humanos possuem.

Photo Credit: Prostock-studio/Shutterstock

Este mecanismo não é completamente compreendido pela ciência. Portanto, é difícil explicar com tantos detalhes. Este mecanismo é o instinto de uma pessoa. Pode ser chamado de instinto de uma pessoa ou mesmo de sua intuição, mas o significado é o mesmo. Todas as pessoas têm um sentimento que sutilmente as alerta quando há algo errado. Pode ser um lugar que parece suspeito. Este lugar pode não parecer necessariamente perigoso, mas você pode sentir que há algo de errado. Você pode até sentir que não deveria estar neste lugar. Além disso, o mesmo pode acontecer quando se trata de pessoas. Você pode apenas perceber que há algo errado com uma pessoa má. Quando você está perto dessas pessoas, você se sente estranho ou incomodado. Talvez você se sinta nervoso, ansioso ou mesmo em perigo. É um sinal claro de que está perto de uma pessoa má ou tóxica. Além disso, esse é um sinal que nunca deve ser ignorado.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

5. São Cruéis

Os pontos anteriores trataram principalmente de sinais sutis. Elas destacaram maneiras perturbadoras pelas quais pessoas más machucam e manipulam os outros. No entanto, existem maneiras óbvias e específicas de identificar uma pessoa tóxica. Além disso, um desses sinais é ser cruel. As pessoas cometem erros. Trata-se de um fato simples e real sobre a vida. Você pode dizer coisas que não queria dizer e fazer coisas que não deveria fazer. No calor da discussão, todos acabam ferindo as pessoas que amam. Você pode até fazer isso conscientemente por sentimentos devastadores de mágoa e raiva que esteja sentindo no momento. Além disso, quando você está abalado, você pode acabar atacando as pessoas ao seu redor.

Photo Credit: Monkey Business Images/Shutterstock

Você pode até tentar maltratar intencionalmente aqueles que o machucaram. Talvez você queira que essa pessoa sinta sua dor ou saiba o quanto aquela atitude tenha te afetado. É da natureza humana. Outro aspecto da natureza humana é que a maioria das pessoas não gosta de maltratar os outros. Em seu coração, você provavelmente não quer ferir outras pessoas. Além disso, você provavelmente não quer ser culpado pelo sofrimento de alguém. Além disso, se você tiver o azar de acabar prejudicando um ente querido, você se sentirá culpado por isso. Você pode até tentar reparar a situação. No entanto, uma pessoa má e tóxica não sentirá nenhum arrependimento. Essas pessoas são intencionalmente cruéis. Sentem prazer em magoar os outros e não sentem qualquer tipo de remorso. Essas pessoas podem ferir outras pessoas, seja usando de violência física ou sendo emocionalmente abusivas. Muitas vezes refletem nos outros a sua mágoa, por isso, merecem um pouco de simpatia. No entanto, os outros não deveriam ter que sofrer por causa de seus problemas pessoais.

Photo Credit: Monkey Business Images/Shutterstock

4. Seus Amigos e Familiares Não Gostam Delas

Seus entes queridos desempenham um papel extremamente importante em sua vida. Eles sempre estão prontos para para te ajudar, te amar e te aconselhar. Sua família quase sempre terá a melhor das intenções. Eles não querem te use, abuse de suas boas intenções, ou te machuque. Além disso, querem que você viva a sua vida da melhor maneira possível. Estas pessoas também não querem te ver fracassando. Eles se alegram com seu sucesso e irão te confortar em momentos difíceis. No entanto, alguns deles podem ser bastante irritantes às vezes. Por isso, nesses casos pode ser difícil seguir seus conselhos e ensinamentos. Um dos perigos graves ao lidar com pessoas tóxicas é que elas tendem a controlar a sua vida. Essas pessoas utilizam técnicas de manipulação e mentiras para torná-lo totalmente submisso a elas.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

As pessoas tóxicas se impoem por isso forçam as pessoas a as tratarem como acreditam merecer ser tratadas. Criam um ciclo em que maltratam as pessoas e depois as consolam, o que alimente a dependência. Todas essas táticas cegam as pessoas ao seu redor, e por isso conseguem esconder seu verdadeiro caráter. As vítimas de pessoas tóxicas não percebem o que realmente está acontecendo. Eles não conseguem ver como a pessoa tóxica está abusando deles. Mas a família não está presa neste ciclo, por isso é mais fácil que eles percebam a gravidade da situação. Eles conseguem ver o que o indivíduo cruel está fazendo com suas vítimas. Além disso, os familiares geralmente tentam avisar o que estão percebendo. Se seus amigos e familiares dizem que essa pessoa não é uma boa companhia, talvez seja hora de dar um passo atrás e avaliar o seu relacionamento com essa pessoa. As sua família te ama e você deve confiar neles. Você deve saber que eles se preocupam com você e, por isso, deve considerar dar ouvidos aos seus conselhos. Eles podem muito bem terem percebido algo que você não esteja vendo.

Photo Credit: Dmytro Zinkevych/Shutterstock

3. Causam Confusão e Conflitos

Em geral, as pessoas não gostam de conflitos. Algumas pessoas são mais afrontosas do que outras, mas no fundo, mesmo essas pessoas não gostam de brigar. Ninguém gosta de ficar irritado e magoado. É exaustivo. Estar envolvido em uma briga, seja física ou emocional, deixa a pessoa completamente esgotada. Confusões destroem o coração, a mente, o espírito e até o corpo. O conflito rouba sua paz de espírito. E também os impede de realizar as tarefas mais simples. Uma pessoa envolvida em muitos conflitos se torna vulnerável. Seus sistemas de defesa ficam falhos, pois não têm mais forças para se protegerem de outro ataque. Essas mesmas pessoas poderiam ser brilhantes se não estivessem lidando com esses conflitos.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

No entanto, durante estes períodos de dificuldades, se tornam particularmente vulneráveis à manipulação. Se tornando objetos de manipulação para pessoas tóxicas. É por esta razão que as pessoas más criam conflitos. Elas constroem ambientes totalmente cheios de conflitos e confusões. Isso gera dependência e alimenta o controle sobre suas vidas. Uma pessoa má quer te manter em sua pior fase. Elas não querem que tenha de volta sua força total, pois caso esteja confiante perceberá que não precisas delas. Quando você estiver forte, elas não podem controlá-lo, e elas não podem deixar que isso aconteça. Uma pessoa que deixa você se sentindo maltratado e confuso não é alguém que você quer estar perto. Você precisa de pessoas em sua vida que o edifiquem, não o destruam. Evite pessoas que geram conflitos a todo custo. Não têm boas intenções. Não são boas pessoas. Na verdade, elas prosperam destruindo emocionalmente pessoas boas. Isso faz com que elas se sintam poderosas e no controle.

Photo Credit: Martin Novak/Shutterstock

2. Não Respeitam Os Limites

Os limites ditam como você interage com as pessoas. Você decide os seus enquanto cresce. Segundo os psicólogos, existem limites saudáveis e limites não saudáveis. Uma pessoa terá um dos dois, dependendo de como foi criada e da sua relação com os pais. Um pai é um cuidador. Eles são os que ensinam e fornecem para você. Portanto, você tem que poder depender dessas pessoas quando precisar delas. Uma pessoa que teve esse tipo de interação com seus pais provavelmente tem limites saudáveis. Esses limites garantirão que uma pessoa não compartilhe muito sobre si mesma muito rapidamente.

Photo Credit: Dean Drobot/Shutterstock

Estas pessoas confiarão nos outros de forma adequada e terão relações que não são muito desapegadas nem dependentes. Os limites não saudáveis, por outro lado, produzem exatamente o efeito oposto. Essas pessoas não confiam nos outros de forma adequada. Ou confiam muito depressa ou não confiam. O mesmo vale para a compartilhar sobre sua vida. Ou revelam muito sobre si próprias, ou não revelam nada. Uma pessoa má não permite que os limites ditem a forma como interagem. Exigem ser ouvidas e exigem atenção quando quiserem. Pessoas tóxicas nunca respeitaram sua privacidade, pois a informação é poder. Esse tipo de pessoa quer saber como pode controlá-lo e prejudicá-lo. Mesmo depois de expulsá-las da sua vida, elas farão o que for preciso para voltarem. Elas não respeitam seus desejos ou intenções porque, para elas, você é muito menos importante do que elas mesmas.

Photo Credit: Antonio Guillem/Shutterstock

1. Elas Gostam de Ferir os Outros e Rir Disso Depois

É preciso muita força de caráter e confiança para poder rir de si mesmo. Se fosse honesto consigo mesmo, provavelmente admitiria que não gosta de ser provocado. A maioria das pessoas prefere que outros as elogiem do que critiquem. Ninguém quer que os seus erros e insuficiências sejam expostos e, pior, ridicularizados. Mas, nós aceitamos. Rimos disso porque, no fim das contas, ser humano é errar. Há momentos em que não se pode levar a vida a sério. Todo mundo precisa rir de vez em quando. Além disso, às vezes, pode ser bastante libertador rir de si mesmo. No entanto, tudo tem limite. É essencial não usar o humor como arma para prejudicar as pessoas.

Photo Credit: fizkes/Shutterstock

No entanto, é precisamente isso que as pessoas tóxicas fazem. Já foi dito que elas gostam de ver os outros sofrendo. Elas intencionalmente ferem e insultam outras pessoas. Além disso, há momentos em que elas usam o humor para fazer exatamente isso. Trata-se de uma forma particularmente ameaçadora de ferir as pessoas, uma vez que as pessoas más podem fingir que foi uma piada. Quando dizem que estavam brincando, elas tiram o direito da vítima se magoar. Uma pessoa magoada por aquilo que supostamente significava uma piada é acusada de levar as coisas a sério ou de ser sensível demais. Assim, as pessoas tóxicas usam o humor para virar a situação de cabeça para baixo. O ônus não recai mais sobre elas, mas sim sobre a vítima, por ser sensível demais. Elas fingem que não tem culpa, porque estavam apenas brincando. Estas são as 15 maneiras de saber quando você está lidando com uma pessoa má ou tóxica. Você reconheceu algum desses traços em alguém que conhece? Se sim, mantenha os olhos abertos para evitar manipulação e engano.

Advertisement
Advertisement