Salários Necessários Para Ser Considerado Rico nos Estados Unidos

Pamella Goncalves - julho 16, 2023
Share

A quantidade de dinheiro necessária para alguém ser considerado rico pode variar um pouco dependendo de onde você mora, mesmo dentro dos Estados Unidos. De acordo com o US Census Bureau, a renda familiar anual mediana nacional nos EUA era de US$59.039 em 2016 e, para ser considerada “renda superior”, era necessário que a renda fosse o dobro da mediana da área em que a pessoa vive.

A mediana é uma medida melhor, baseada nas rendas mais comuns em vez das médias, para que não haja distorção por conta das exceções dos mais altos escalões dos EUA. Por exemplo, enquanto os Estados Unidos representam 4% da população mundial, são o lar de 25% dos bilionários do mundo. E a maioria dos bilionários mais ricos são americanos. Então, vamos te contar quanto deve ser sua renda anual para você ser considerado rico nessas 40 cidades e áreas metropolitanas dos EUA:

Photo Credit: Shutterstock

40. Memphis, Tennessee: mais de US$99.618

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% no Tennessee: $308,834

• Renda mediana em Memphis: $49,809

• População da área metropolitana: 1,3 milhão

Photo Credit: Shutterstock

No extremo oeste do Estado do Tennessee, Memphis é um importante centro de comércio, educação, mídia, arte e entretenimento. A cidade de maioria afro-americana tem uma rica história musical com muitos locais históricos de blues na Beale Street, onde o som único do Memphis blues foi criado no início do século 20. A música da cidade continua a se desenvolver com uma mistura de influências afro-americanas e brancas nos gêneros blues, country, rock n’ roll, soul e hip-hop. O churrasco de Memphis é mundialmente famoso, e a cidade sedia um Concurso de Competição Mundial de Churrasco, que atrai mais de 100.000 turistas para a cidade todos os anos. Os desafios socioeconômicos persistentes em Memphis resultaram em elevadas taxas de pobreza e criminalidade nas últimas décadas.

Photo Credit: Shutterstock

39. Tampa, Flórida: mais de US$102.230

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% na Flórida: $385,410

• Renda mediana em Tampa: $51,115

• População da área metropolitana: 3 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Tampa é uma cidade muito diversificada, com uma tribo indígena Seminole, imigrantes de Cuba, Espanha e Sicília, muitos floridenses nativos, uma série de migrantes do Centro-Oeste americano e outras áreas dos Estados Unidos, e uma recente onda de novos imigrantes do Caribe e da América Central. A população de Tampa sempre cresce nos meses de inverno com a chegada sazonal de “snowbird”, aposentados do norte dos EUA e do Canadá que ficam em suas casas de veraneio para se aliviarem com o clima mais ameno. A economia de Tampa é robusta e crescente, e a área da Baía de Tampa serve como um importante porto internacional. Grande parte da economia de Tampa consiste em mineração de fosfato, importação, transporte de citrinos, pesca de camarão, e turismo. Raymond James, Home Shopping Network, Outback Steakhouse e várias outras empresas, e uma grande parte do Citigroup são todas sediadas em Tampa.

Photo Credit: Shutterstock

38. Miami, Flórida: mais de US$102.724

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% na Flórida: $385,410

• Renda mediana em Miami: $51,362

• População da área metropolitana: 6,1 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Miami é considerada uma cidade global de nível “Alfa” de acordo com o sistema de classificação do World Cities Study Group. Líder global em finanças, negócios, cultura, mídia, entretenimento, artes e comércio internacional, Miami é classificada como número sete nos Estados Unidos e número 33 entre todas as cidades do mundo em termos de negócios, valor do capital humano, fluxos de informação, riqueza cultural e poder político. Também teve a distinção em 2008 de ser nomeada a cidade mais limpa dos EUA, pela revista Forbes por sua qualidade do ar, vegetação, água, ruas e reciclagem. Chamada de “Capital da América Latina”, Miami foi classificada como a cidade mais rica da América por poder de compra em um estudo de 2009 do UBS group.

Photo Credit: Shutterstock

37. Orlando, Flórida: mais de US$104.770

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% na Flórida: $385,410

• Renda mediana em Orlando: $52,385

• População da área metropolitana: 2,4 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Orlando é um dos destinos turísticos mais procurados do mundo, e suas atrações icônicas e mundialmente famosas formam a base de sua enorme indústria do turismo. Suas duas atrações turísticas de maior sucesso são: 1) Disney World, fundada pela The Walt Disney Company em 1971, a cerca de 30 quilômetros a sudoeste do centro de Orlando, e: 2) Universal Studios. Com exceção do Walt Disney World, a maioria das principais atrações de Orlando está localizada na International Drive. Orlando também é um destino popular para muitas conferências e convenções nacionais e internacionais, e o Orange County Convention Center é o segundo maior local de Convenções dos Estados Unidos.

Photo Credit: Shutterstock

36. Las Vegas, Nevada: mais de US$108.768

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Nevada: $311,977

• Renda mediana em Las Vegas: $54,384

• População da área metropolitana: 2,2 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Las Vegas é a capital do entretenimento do mundo, e mundialmente famosa por seus hotés-cassinos extraordinários e outras atrações turísticas. É um dos três principais destinos turísticos nos Estados Unidos para quem procura prazer, além de ser ótima para convenções de negócios, tornando a indústria turística em Las Vegas líder mundial em serviços de hospitalidade, com mais hotéis classificados com nota máxima pelo AAA Diamond Ratings System do que qualquer outra cidade do mundo. Las Vegas não é apenas um destino para os turistas americanos, mas é um destino global altamente classificado. A publicidade turística da cidade realça a sua reputação de “Cidade do Pecado” pela sua popularidade entre os apostadores e outros que procuram entretenimento adulto, dizendo: “O que acontece em Las Vegas…” e você sabe o resto.

Photo Credit: Shutterstock

35. Oklahoma City, Oklahoma: mais de US$110.130

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Oklahoma: $324,935

• Renda mediana em Oklahoma City: $55,065

• População da área metropolitana: 1,4 milhão

Photo Credit: Shutterstock

Oklahoma City tem uma economia robusta e diversificada. Além de seu status como um centro regional de energia para política e prospecção de energia, a cidade abriga um setor de tecnologia da informação, uma próspera indústria de serviços de saúde e um centro administrativo para negócios corporativos. Oklahoma City abriga a sede de duas empresas da Fortune 500: Chesapeake Energy e Devon Energy. Mas isso não é tudo. Oklahoma City é palco de presenças corporativas com mais de 1.000 funcionários que incluem: Dell, The Hertz Corporation, United Parcel Service, Farmers Insurance Group, Great Plains Coca-Cola Bottling Company, Cox Communications, The Boeing Company, Deaconess Hospital, Johnson Controls, MidFirst Bank, American Fidelity Assurance, Rose State College e Continental Resources.

Photo Credit: Shutterstock

34. Pittsburgh, Pensilvânia: mais de US$112.126

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Pensilvânia: $360.343

• Renda mediana em Pittsburgh: $56,063

• População da área metropolitana: 2,3 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Famosa pela produção de aço, Pittsburgh também é líder mundial na produção e indústrias de alumínio, vidro, navios, petróleo, alimentos, esportes, transporte, computação, automóveis e eletrônicos. Em alguns momentos do século 20, Pittsburgh ficou em terceiro lugar nos Estados Unidos em pagamentos de sedes corporativas, atrás apenas de Nova York e Chicago, e tinha o maior número de acionistas per capita dos EUA. À medida que a produção diminuiu nos Estados Unidos ao longo da década de 1980, muitos trabalhadores operários na área foram demitidos, assim como executivos e gerentes da administração, quando as sedes corporativas começaram a se mudar da cidade. Hoje, muitos gigantes da era da tecnologia têm escritórios em Pittsburgh, empregando milhares de residentes e gerando US$20 bilhões de salários, incluindo Google, Apple Inc. Facebook, Uber, Nokia, Microsoft e IBM.

Photo Credit: Shutterstock

33. San Antonio, Texas: mais de US$112.210

• Quanto dinheiro é necessário para estar no Top 1% no Texas: $424,507

• Renda mediana em San Antonio: $56,105

• População da área metropolitana: 2,4 milhões

Photo Credit: Shutterstock

San Antonio é sede de seis empresas da Fortune 500: Valero Energy, Andeavor, USAA, iHeartMedia, NuSTAR Energy e CST Brands, Inc. A H-E-B, a 13a maior empresa privada dos Estados Unidos, está também sediada em San Antonio. Mais empresas com sede corporativa em San Antonio são: Bill Miller Bar-B-Q Enterprises, Carenet Healthcare Services, Security Service Federal Credit Union, Visionworks of America, Frost Bank, Harte-Hanks, Kinetic Concepts, SWBC, NewTek, Rackspace, Taco Cabana, Broadway Bank, Zachry Holdings/Zachry Construction Company, Randolph-Brooks Federal Credit Union, SWBC, SAS e Whataburger. A cidade também abriga escritórios da Hulu, OCI, Kaco New Energy, Silver Spring Networks, Toyota, Argo Group, EOG Resources, Microsoft, Cogeco Peer1 e Boeing.

Photo Credit: Shutterstock

32. Detroit, Michigan: mais de US$112.284

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Michigan: $306.740

• Renda mediana em Detroit: $56,142

• População da área metropolitana: 4,3 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Detroit já foi a cidade potência da economia americana durante a era de ouro, devido a fabricação de automóveis americanos. Embora não seja como antes, a Motor City ainda tem um forte setor automotivo e uma base diversificada da indústria nos setores de finanças, tecnologia e saúde. As principais empresas com sede ou presença significativa em Detroit incluem: General Motors, Ford Motor Company (nas proximidades Dearborn, Michigan), Quicken Loans, Ally Financial, Compuware, Shinola, American Axle, Little Caesars, DTE Energy, Lowe Campbell Ewald, Blue Cross Blue Shield of Michigan e Rossetti Architects. Os muitos escritórios do centro da cidade de Motor City também incluem Comerica, Chrysler, Fifth Third Bank, HP Enterprise, Deloitte, PricewaterhouseCoopers, KPMG e Ernst & Young.

Photo Credit: Shutterstock

31. Indianápolis, Indiana: mais de US$113.500

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Indiana: $296,640

• Renda mediana em Indianápolis: $56,750

• População da área metropolitana: 2,0 milhões

Photo Credit: Shutterstock

A capital do Estado de Indiana, no humilde centro-oeste americano, Indianápolis forma o centro da 25ª maior região econômica dos Estados Unidos, com uma base sólida nos setores de finanças, seguros, manufatura, serviços profissionais e administrativos, serviços B2B, educação, saúde, governo e distribuição por atacado. Indianápolis também tem uma próspera comunidade de esportes amadores e é líder global em automobilismo. A cidade é provavelmente a mais famosa do mundo por sediar o maior evento esportivo anual de um dia do mundo: a Indy 500. Além disso, Indianápolis abriga duas equipes esportivas profissionais: o Indiana Pacers da NBA e o Indianapolis Colts da NFL, além do maior museu infantil do mundo, um dos maiores zoológicos financiados com doações e receitas totalmente privadas e muitos edifícios de patrimônio cultural.

Photo Credit: Shutterstock

30. Jacksonville, Flórida: mais de US$113.680

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% na Flórida: $385,410

• Renda mediana em Jacksonville: $56,840

• População da área metropolitana: 1,5 milhão

Photo Credit: Shutterstock

Jacksonville é bem conhecida por seu enorme porto de águas profundas, que a tornou uma das principais cidades portuárias dos Estados Unidos para a importação de automóveis e outros bens fabricados no exterior, e um importante centro de transporte e distribuição no estado. Mas grande parte da força econômica de Jacksonville vem de sua economia altamente diversificada. Além das importações e distribuição, Jacksonville é o lar de muitas empresas de serviços financeiros, empresas de tecnologia biomédica, comerciantes de bens de consumo, empresas de serviços de informação, empresas de manufatura e companhias de seguros, entre outras indústrias. A cidade abriga a sede de quatro empresas da Fortune 500: CSX Corporation, Fidelity National Financial, Fidelity National Information Services e Southeastern Grocers.

Photo Credit: Shutterstock

29. Milwaukee, Wisconsin: mais de US$116.058

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Wisconsin: $312,375

• Renda mediana em Milwaukee: $58,029

• População da área metropolitana: 1,6 milhão

Photo Credit: Shutterstock

Acredite ou não, a área metropolitana de Milwaukee ocupa o quinto lugar nos Estados Unidos em termos do número de sedes corporativas da Fortune 500 em proporção à população total de uma metrópole. Conhecida por sua produção de laticínios e queijos, Milwaukee também abriga a sede global de seis empresas da Fortune 500: Johnson Controls, Northwestern Mutual, Manpower, Rockwell Automation, Harley-Davidson e Joy Global. Outras empresas com sede em Milwaukee incluem: Briggs & Stratton, Marshall & Ilsley (agora uma divisão do BMO Harris Bank), Hal Leonard, Wisconsin Energy, American Society for Quality, A. O. Smith, Rexnord, Master Lock, American Signal Corporation, GE Healthcare Diagnostic Imaging e Clinical Systems e Mgic Investments. A cidade também abriga algumas empresas de serviços financeiros especializadas em infraestrutura de processamento de pagamentos e gestão de fundos mútuos.

Photo Credit: Shutterstock

28. Phoenix, Arizona: mais de US$116.150

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% no Arizona: $309,102

• Renda mediana em Phoenix: $58,075

• População da área metropolitana: 4,7 milhões

Photo Credit: Shutterstock

No início dos anos 2000, Phoenix era um dos mercados imobiliários mais prósperos do país. Embora o ápice tenha terminado após a crise global imobiliária e empréstimos em Wall Street, Phoenix ainda está em boa forma e atualmente abriga a sede de quatro empresas da Fortune 500: a empresa de eletrônicos Avnet, a empresa de mineração Freeport-McMoRan, a varejista de produtos para animais de estimação PetSmart e a empresa de gestão de resíduos Republic Services. A seção aeroespacial da Honeywell também está sediada em Phoenix, e a Cidade Do Vale do Arizona também abriga muitas das instalações aviônicas e mecânicas da Honeywell. Um dos maiores câmpus da Intel fica em Phoenix, o segundo maior escritório da Intel nos Estados Unidos, com 12.000 funcionários. Também sediado em Phoenix: U-HAUL International, Best Western e Apollo Group- que administra a Universidade de Phoenix.

Photo Credit: Shutterstock

27. Riverside, Califórnia: mais de US$116.472

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Califórnia: $453,772

• Renda mediana em Riverside: $58,236

• População da área metropolitana: 4,5 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Riverside possui uma economia local próspera e diversificada, com vários setores industriais e comerciais. A sua indústria manufatureira é maioritariamente constituída por componentes da indústria leve e produz uma série de produtos, incluindo peças para aeronaves, peças para automóveis, cilindros de gás, produtos eletrônicos, produtos alimentares e dispositivos médicos. Existem alguns parques industriais em Riverside que compõem o setor manufatureiro, incluindo Hunter Industrial Park, Sycamore Canyon Industrial Park e áreas industriais de aeroportos. Muitos desses locais são atendidos por ferrovia, com as linhas principais Union Pacific e Burlington Northern Santa Fe passando pela cidade. Riverside também abriga várias empresas jurídicas, contábeis, corretoras, arquitetônicas, de engenharia, tecnologia e bancárias. Embora ainda exista um setor de citrinos em Riverside, recentemente houve uma desaceleração nos negócios.

Photo Credit: Shutterstock

26. St. Louis, Missouri: mais de US$119.560

• Quanto dinheiro é necessário para estar no Top 1% no Missouri: $305,471

• Renda mediana em St. Louis: $59.780

• População da área metropolitana: 2,8 milhões

Photo Credit: Shutterstock

A Área Metropolitana de Greater St. Louis é o lar de dez empresas da Fortune 500, classificando-a como número 7 nos Estados Unidos das cidades com mais empresas da Fortune 500. dEntre as sediadas em St.Louis estão a Express Scripts, Emerson Electric, Monsanto, Reinsurance Group of America, A Centene, Graybar Electric e a Edward Jones Investments. Os Setores de Defesa, Espaço e Segurança da Boeing também estão sediados em St.Louis, e o F/A-18 Super Hornet (da fama dos Blue Angels) está na área de St. Louis. Outras grandes empresas com sede em St. Louis incluem: Arch Coal, Wells Fargo Advisors (anteriormente A. G. Edwards), Energizer Holdings, Patriot Coal, Post Foods, United Van Linese Mayflower Transit, Post Holdings, Olin, e Enterprise Holdings (uma empresa-mãe de várias empresas de aluguel de carros).

Photo Credit: Shutterstock

25. Charlotte, Carolina do Norte: mais de US$119.958

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Carolina do Norte: $327,549

• Renda mediana em Charlotte: $59,979

• População da área metropolitana: 2,5 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Charlotte é um importante distrito financeiro dos EUA. Acredite ou não, Charlotte, Carolina do Norte, tem o terceiro maior número de ativos bancários de qualquer cidade americana, depois de Nova York e São Francisco. Isso porque o Bank of America, que tem o segundo maior total de Ativos Financeiros de qualquer empresa financeira nos Estados Unidos, está sediado na Carolina do Norte. E até a Wachovia ser adquirida pela Wells Fargo em 2008, no auge da crise imobiliária e de empréstimos nos EUA, a Wachovia também estava sediada lá. Desde então, Charlotte tornou-se um centro regional para todas as operações da costa leste da Wells Fargo. (A Wells Fargo foi criada em São Francisco, Califórnia. A Área Metropolitana de Charlotte é o lar de seis empresas da Fortune 500: Bank of America, Lowe’s, Duke Energy, Nucor, Sonic Automotive e Sealed Air Corporation. A sede da Microsoft na costa leste também está sediada em Charlotte.

Photo Credit: Shutterstock

24. Nashville, Tennessee: mais de US$120.060

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% no Tennessee: $308,834

• Renda mediana em Nashville: $60.030

• População da área metropolitana: 1,9 milhão

Photo Credit: Shutterstock

Nashville é a Capital Mundial da Música Country e domina a produção e distribuição de música country. Apenas a cidade de Nova Iorque produziu mais música do que Nashville nos últimos anos. É também o lar de escritórios das quatro grandes gravadoras e de uma série de gravadoras independentes, principalmente ao longo de Music Row, no centro de Nashville. A Gibson Guitars está sediada em Nashville desde a década de 1980. A produção econômica total do setor musical de Nashville é estimada em mais de US$6 bilhões por ano e mantém uma força de trabalho de 19.000 funcionários. Com uma das economias que mais crescem nos Estados Unidos, e o mercado imobiliário mais quente do mundo (com 100 pessoas se mudando para Nashville todos os dias, vindo de outras cidades dos EUA e ao redor do mundo), Nashville tem crescido nos últimos anos.

Photo Credit: Shutterstock

23. Cincinnati, Ohio: mais de US$120,520

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Ohio: $317,124

• Renda mediana em Cincinnati: $60,260

• População da área metropolitana: 2,2 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Localizada no canto sudoeste do Estado de Ohio, a Região Metropolitana de Cincinnati possui a vigésima oitava maior economia da América e a sétima maior economia do Meio-Oeste americano, junto com Chicago, Minneapolis, Detroit, St.Louis, Indianápolis e Cleveland. A cidade está com altas taxas de expansão econômica. Atualmente, é a cidade que mais cresce no Centro-Oeste em termos de capitalização. Além dos muitos fluxos de dinheiro, Cincinnati tem um custo de vida 8% inferior à média nacional, pelo que os empregados de lá são economicamente responsáveis, e o desemprego também é inferior à média nacional. Existem várias empresas da Fortune 500 com sede em Cincinnati, incluindo Procter & Gamble, The Kroger Company e Macy’s. O Centro de Operações Globais da General Electric também está sediado em Cincinnati.

Photo Credit: Shutterstock

22. Columbus, Ohio: mais de US$120,588

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Ohio: $317,124

• Renda mediana em Columbus: $60,294

• População da área metropolitana: 2,0 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Columbus é a capital de Ohio e tem uma economia diversificada com fundamentos sólidos nos setores de educação, seguros, bancos, moda, defesa, aviação, alimentos, logística, aço, energia, pesquisa médica, saúde, hospitalidade, varejo e tecnologia. A cidade conta com quatro empresas da Fortune 500 com sede em sua maior área metropolitana: Nationwide Mutual Insurance Company, American Electric Power, L Brands e Big Lots. Outros setores que impulsionam a economia de Columbus incluem várias universidades (como a Ohio State University), hospitais, pesquisa e desenvolvimento tecnológico (como o Battelle Memorial Institute), empresas de big data (como OCLC e Chemical Abstracts), fábricas de processamento de aço e fabricação de cilindros de pressão. Existem muitas empresas estrangeiras com grandes setores localizados na cidade, incluindo os Laboratórios Siemens e Roxane da Alemanha, a Vaisala da Finlândia e o Grupo ABB da Suíça.

Photo Credit: Shutterstock

21. Kansas City, Missouri: mais de US$122.770

• Quanto dinheiro é necessário para estar no Top 1% no Missouri: $351,497

• Renda mediana em Kansas City: $61,385

• População da área metropolitana: 2,1 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Embora Kansas City esteja no meio do país, na fronteira entre Missouri e Kansas, o empregador número um na Área Metropolitana de Kansas City é o governo federal dos Estados Unidos, com 146 agências federais mantendo escritórios na área. Isso porque Kansas City é uma das dez cidades de escritórios administrativos regionais do governo dos Estados Unidos. O Internal Revenue Service (IRS) administra um grande escritório administrativo de 1.300.000 metros quadrados em Kansas City, empregando quase 2.700 trabalhadores em tempo integral, com um aumento sazonal de 4.000 trabalhadores durante a temporada fiscal a cada primavera, e este escritório é um dos dois únicos locais que processam declarações fiscais físicas pelos contribuintes dos EUA. A Honeywell emprega quase 2.700 trabalhadores em sua fábrica em Kansas City, onde a empresa produz e monta 85% dos componentes do arsenal nuclear do Departamento de defesa dos Estados Unidos.

Photo Credit: Shutterstock

20. Houston, Texas: mais de US$123,416

• Quanto dinheiro é necessário para estar no Top 1% no Texas: $424,507

• Renda mediana em Houston: $61,708

• População da área metropolitana: 6,8 milhões

Photo Credit: Shutterstock

O U.S. Bureau of Statistics informou em 2013 que Houston era a principal cidade criadora de empregos nos Estados Unidos, depois de descobrir que a cidade foi a primeira grande metrópole do país a criar novos empregos para substituir todos os perdidos durante a Grande Recessão que começou em 2007, mas a cidade foi ainda mais longe do que isso: acrescentou mais de dois empregos para cada um que havia sido perdido durante a recessão. Houston é líder global na produção de energia devido às vastas reservas de petróleo e gás natural no Texas, extraídas e processadas por empresas de energia proeminentes com sede em Houston, mas a cidade também é líder em pesquisa e desenvolvimento biomédico, bem como na indústria aeronáutica. Cada vez mais, as empresas de energia alternativa que trabalham em energia eólica e solar estão constituindo uma parte maior da indústria energética de Houston.

Photo Credit: Shutterstock

19. Virginia Beach, Virgínia: mais de US$123.610

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% na Virgínia: $406.412

• Renda mediana em Virginia Beach: $61.805

• População da área metropolitana: 1,7 milhão

Photo Credit: Shutterstock

Virginia Beach é um destino turístico de renome, e as praias, hotéis e empresas relacionadas ao turismo, alimentam uma grande parte da economia de Virginia Beach. Quase 15.000 empregos na cidade atendem ao afluxo anual de mais de 2 milhões de visitantes, gerando US$857 milhões e criando US$73 milhões em receitas locais da cidade. Vários hotéis são à beira-mar e ocupam grande parte da cidade. Restaurantes e estabelecimentos de entretenimento também atendem os turistas. Virginia Beach inaugurou um novo centro de convenções em 2005 para sediar grandes conferências e eventos. Devido à sua localização costeira, Virginia Beach é também um centro internacional de comércio, com cerca de 200 empresas estrangeiras com localizações ou sedes norte-americanas, empresas como: STIHL, Busch, IMS Gear e Sanjo Corte Fino.

Photo Credit: Shutterstock

18. Providence, Rhode Island: Mais de US$123.896

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Rhode Island: $336,625

• Renda mediana em Providence: $61.948

• População da área metropolitana: 1,6 milhão

Photo Credit: Shutterstock

Providence é um importante líder americano no design e fabricação de jóias, talheres, metais, máquinas e têxteis. A indústria de serviços é também uma grande parte da economia movimentada da cidade de Rhode Island, especificamente nas áreas de educação, saúde e finanças. Providence também é o local de uma “instalação de centro seccional” (ou SCF) do Serviço Postal dos Estados Unidos, que é um centro regional para correio postal. Como a capital do Estado de Rhode Island, Providence é a sede do governo do estado e os departamentos e escritórios do estado constituem uma parte considerável da economia da cidade. Mais de um terço da economia da Providence é composta por comércio, transporte, serviços públicos, educação e serviços de saúde. Providence tem duas empresas da Fortune 500: Textron e United Natural Foods.

Photo Credit: Shutterstock

17. Atlanta, Geórgia: mais de US$125,226

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% na Geórgia: $345,876

• Renda mediana em Atlanta: $62,613

• População da área metropolitana: 5,8 milhões

Photo Credit: Shutterstock

É a Nova Iorque do Sul. Com um PIB anual superior a US$ 300 bilhões, a economia da Grande Área Metropolitana de Atlanta é a oitava mais forte do país e a 17ª maior do mundo, além de reivindicar a maior parte da sede corporativa das empresas da Fortune 500, com a terceira maior participação na América. As sedes globais de empresas como The Coca-Cola Company, The Home Depot, Delta Air Lines, AT&T Mobility, Chick-fil-A e UPS geram bilhões de dólares de receita para a poderosa economia de Atlanta. Atlanta tem uma força de trabalho altamente qualificada, com 45% dos adultos com mais de 25 anos com um diploma universitário de quatro anos (a média nacional é de 28%). Impossível falar de Atlanta sem mencionar a CNN e o Turner Broadcasting System, que estão sediados na cidade.

Photo Credit: Shutterstock

16. Dallas, Texas: mais de US$127,624

• Quanto dinheiro é necessário para estar no Top 1% no Texas: $424,507

• Renda mediana em Dallas: $63,812

• População da área metropolitana: 7,2 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Dallas é o lar de dezessete bilionários e várias empresas da Fortune 500. Em 2008, a AT&T (a maior empresa de telecomunicações do mundo e a nona maior empresa da América em receita) mudou sua sede corporativa para o centro de Dallas. Outras empresas da Fortune 500 em Dallas são Energy Transfer Equity, Tenet Healthcare, Southwest Airlines, Texas Instruments, Jacobs Engineering, HollyFrontier, Dean Foods, e Builders FirstSource. Irving, uma cidade dentro do Condado de Dallas e da Grande Área Metropolitana de Dallas, tem seis empresas da Fortune 500 sediadas lá: ExxonMobil (a principal empresa de petróleo do mundo e a quarta maior corporação dos EUA em receita), Fluor, Kimberly-Clark, Celanese, Michaels Companies e Vistra Energy. Plano tem 4 empresas da Fortune 500: J. C. Penney, Alliance Data Systems, Yum China Holdings e Dr. Pepper Snapple. Ft. Worth tem duas empresas da Fortune 500: American Airlines e D. R. Horton.

Photo Credit: Shutterstock

15. Sacramento, Califórnia: mais de US$128,104

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Califórnia: $453,772

• Renda mediana em Sacramento: $64,052

• População da área metropolitana: 2,3 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Toda a área metropolitana da grande Sacramento é a quinta maior em população no estado da Califórnia e a 27ª maior nos Estados Unidos. Empresas notáveis com uma base de operações na capital da Califórnia, são Sutter Health, Blue Diamond Growers, Aerojet, Teichert, e The McClatchy Company. A economia de Sacramento enfrentou problemas com o porto da cidade, que entrou em falência após anos de perdas operacionais devido, em parte, à forte concorrência do Porto de Stockton, no Rio San Joaquin, que tem as vantagens de um porto maior e de um canal mais profundo no seu rio.

Photo Credit: Shutterstock

14. Los Angeles, Califórnia: mais de US$131.900

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Califórnia: $453,772

• Renda mediana em Los Angeles: $65.950

• População da área metropolitana: 13,3 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Los Angeles é uma cidade global icônica com uma vasta economia local impulsionada pela mídia e entretenimento (incluindo filmes de Hollywood, produção de televisão, videogames, indústria de gravação de música e empresas de produção), comércio internacional, aeroespacial, tecnologia, petróleo, moda, vestuário e turismo internacional. Outras indústrias importantes na Cidade dos Anjos são as de finanças, telecomunicações, jurídico, saúde e transporte. Dos seis grandes estúdios de cinema dos Estados Unidos, dois estão localizados dentro da cidade: Paramount Pictures e 20th Century Fox. Acredite ou não, Los Angeles também é o centro de número um de manufatura no oeste dos Estados Unidos. Seus portos a tornam a quinta cidade portuária mais movimentada do mundo e um centro integral para o comércio da Orla do Pacífico.

Photo Credit: Shutterstock

13. Filadélfia, Pensilvânia: mais de US$131.992

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Pensilvânia: $360.343

• Renda mediana em Filadélfia: $65.996

• População da área metropolitana: 6,1 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Filadélfia é a capital do estado da Pensilvânia e a âncora da atividade econômica no estado. A Cidade Do Amor Fraterno tem cinco empresas da Fortune 1000 dentro dos limites da cidade, e um produto interno bruto anual superior a US$400 bilhões, tornando-se a oitava maior economia metropolitana dos EUA. A Filadélfia tem muitos setores produtivos em sua economia, incluindo serviços de finanças, saúde, biotecnologia, tecnologia da informação, manufatura, refinamento de petróleo, processamento de alimentos e turismo. O setor número um na Filadélfia em receita e capitalização é seu setor financeiro, mas a cidade também possui alguns dos maiores setores locais de saúde, educação e pesquisa nos Estados Unidos. O Porto da Filadélfia é um dos portos mais movimentados em tonelagem nos Estados Unidos e está expandindo suas instalações para acomodar ainda mais remessas.

Photo Credit: Shutterstock

12. Chicago, Illinois: mais de US$132.040

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Illinois: $416,319

• Renda mediana em Chicago: $66.020

• População da área metropolitana: 9,5 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Nos Estados Unidos, a cidade de Chicago ocupa o terceiro lugar entre as áreas metropolitanas do produto interno bruto, com um PIB anual superior a 670 bilhões de dólares. A sua economia é altamente robusta e extremamente diversificada. Na verdade, Chicago foi classificada como a “economia mais equilibrada” dos Estados Unidos devido ao seu nível excepcionalmente alto de diversificação econômica. A cidade também foi nomeada o quarto “centro de negócios mais importante” do mundo, de acordo com o índice MasterCard Worldwide Centers of Commerce. Chicago também possui um grande número de instalações corporativas novas ou recentemente expandidas. A área metropolitana tem a terceira maior força de trabalho em ciência e engenharia de qualquer área metropolitana do país. A cidade de Chicago também abriga 12 empresas da Fortune 500 e 17 empresas do Financial Times 500. A cidade abriga duas empresas Dow 30: o titã das aeronaves, a Boeing (que mudou sua sede de Seattle para Chicago em 2001) e Kraft Heinz.

Photo Credit: Shutterstock

11. Portland, Oregon: mais de US$137,352

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% no Oregon: $312,839

• Renda mediana em Portland: $68,676

• População da área metropolitana: 2,4 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Portland está bem posicionada geograficamente e tem várias outras vantagens devido ao seu perfil econômico que a torna um ótimo lugar para fazer negócios. Tem custos regionais de energia industrial relativamente baixos, recursos naturais prontamente disponíveis, interestaduais norte-sul e leste-oeste, terminais aéreos internacionais, grandes instalações de transporte marítimo e um centro para ambas as ferrovias intercontinentais da Costa Oeste. Os terminais marítimos de Portland processam mais de 13 milhões de toneladas de carga anualmente e possuem uma das maiores docas secas comerciais do país, permitindo que seja o terceiro maior porto em tonelagem de exportação anual na costa oeste americana. Portland é o principal exportador de trigo dos Estados Unidos e o segundo maior porto de trigo do mundo. A cidade conta com duas empresas da Fortune 500: Precision Castparts e Nike.

Photo Credit: Shutterstock

10. San Diego, Califórnia: mais de US$141.648

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Califórnia: $453,772

• Renda mediana em San Diego: $70,824

• População da área metropolitana: 3,3 milhões

Photo Credit: Shutterstock

A economia muito diversificada de San Diego é composta pela defesa nacional dos EUA, turismo, comércio internacional, pesquisa e desenvolvimento e manufatura. San Diego foi nomeada pela revista Forbes como a melhor cidade dos EUA para iniciar um pequeno negócio ou empreendimento inicial. A cidade do sul da Califórnia faturou muito com seu porto de águas profundas, o que permite que a cidade hospede os únicos estaleiros submarinos e de construção naval significativos na costa do Pacífico. Vários empregadores de defesa nacional privados, proeminentes para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, foram fundados e permanecem sediados na cidade. Os aspectos comerciais do porto de San Diego e sua localização geográfica na fronteira mexicana o tornam um importante centro de comércio internacional, além da cidade ter autorização federal para atuar como Zona de Comércio Exterior. Devido ao clima ameno e agradável da cidade, praias e atrações, o turismo constitui uma parte importante da economia de San Diego.

Photo Credit: Shutterstock

9. Austin, Texas: mais de US$142.000

• Quanto dinheiro é necessário para estar no Top 1% no Texas: $424,507

• Renda mediana em Austin: $71,000

• População da área metropolitana: 2,1 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Austin é uma das cidades líderes em inovação de alta tecnologia. A cada ano, as escolas de engenharia e ciência da computação da Universidade do Texas, em Austin formam milhares de recém-formados, alimentando um fluxo constante de novos funcionários para alimentar as vastas indústrias de empreiteiros de tecnologia e defesa da cidade do Texas. As empresas de alta tecnologia que operam em 3M, Apple, Amazon, AMD, Apartment Ratings, Applied Materials, ARM Holdings, Bigcommerce, BioWare, Blizzard Entertainment, Buffalo Technology, Cirrus Logic, Cisco Systems, Dropbox, eBay, PayPal, Electronic Arts, Flextronics, Facebook, Google, Hewlett-Packard, Hoover’s, HomeAway, Hostgator, Intel Corporation, National Instruments, Nvidia, Oracle, Polycom, Qualcomm, Inc., Rackspace, RetailMeNot, Rooster Teeth, Samsung Group, Silicon Laboratories, Spansion, United Devices, Xerox, e Facebook. Como outras grandes metrópoles do Texas, Austin também possui uma próspera indústria de biotecnologia e muitas empresas farmacêuticas- 85 no total.

Photo Credit: Shutterstock

8. Nova Iorque: mais de US$143,794

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Nova York: $517.557

• Renda mediana em Nova Iorque: $71,897

• População da área metropolitana: 20,2 milhões

Photo Credit: Shutterstock

A Big Apple. A cidade de Nova York é a maior dos Estados Unidos em população e tem a economia mais poderosa e influente do mundo, liderando nos EUA e no mundo em finanças, cultura e mídia. Uma potência global do comércio, a cidade de Nova Iorque abriga o maior setor financeiro do mundo em Wall Street, bem como a maior indústria de varejo, comércio global, transporte, turismo, imóveis, Mídia, marketing, escritórios de advocacia, contabilidade, seguros, teatro, moda e artes. À medida que a tecnologia transforma o comércio no século 21, a enorme economia da cidade de Nova Iorque está sendo atendida por uma indústria de tecnologia em rápida expansão conhecida como Silicon Alley. Nova Iorque também é uma importante cidade portuária, que foi originalmente uma parte importante de seu sucesso, uma vez que historicamente se desenvolveu em uma cidade Alfa de classe mundial.

Photo Credit: Shutterstock

7. Denver, Colorado: mais de US$143.852

• Quanto dinheiro é necessário para estar no Top 1% no Colorado: $410,716

• Renda mediana em Denver: $71,926

• População da área metropolitana: 2,9 milhões

Photo Credit: Shutterstock

A área estatística metropolitana da Grande Denver possui um produto interno bruto anual superior a US$ 157 bilhões, tornando-se a 18ª maior economia metropolitana da América. A economia local da Mile High City extrai grande parte de sua força de sua localização geográfica, servindo como um centro para alguns dos principais sistemas de transporte do país e um ponto de armazenamento e distribuição para outras cidades da região. Isto deve-se, em parte, também ao fato de Denver ser a maior cidade num raio de 800 km, então é uma cidade ideal para servir os estados montanhosos e do sudoeste nas proximidades, estendendo-se a todos os estados ocidentais em geral. Quase exatamente no meio entre as grandes metrópoles do Centro-Oeste americano e as principais cidades da Orla do Pacífico (como Los Angeles e São Francisco), Denver é um centro de conexão perfeito.

Photo Credit: Shutterstock

6. Minneapolis, Minnesota: mais de US$146,462

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Minnesota: $411.022

• Renda mediana em Minneapolis: $73,231

• População da área metropolitana: 3,6 milhões

Photo Credit: Shutterstock

A área metropolitana da Grande Minneapolis-St. Paul (referida como as cidades gêmeas) é classificada como número 3 pela influência da economia no Meio-Oeste americano, depois de Chicago e Detroit. À medida que a área estava sendo colonizada, as necessidades de crédito dos produtores de trigo na área catalisaram o crescimento de um setor bancário robusto, e até hoje Minneapolis continua sendo um importante centro financeiro. Outros setores proeminentes na economia das Cidades Gêmeas incluem comércio e distribuição, transporte ferroviário e de longa distância, serviços de saúde e várias empresas industriais que criam produtos de metal e automóveis, produtos químicos e agrícolas, componentes eletrônicos, computadores, instrumentação e dispositivos médicos, plásticos, e máquinas industriais. Existem cinco empresas da Fortune 500 que chamam Minneapolis de lar: Target Stores, U.S. Bancorp, Xcel Energy, Ameriprise Financial e Thrivent Financial.

Photo Credit: Shutterstock

5. Seattle, Washington: mais de US$157,224

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Washington: $387,854

• Renda mediana em Seattle: $78,612

• População da área metropolitana: 3,8 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Mundialmente famosa por sua icônica Space Needle, Seattle é uma cidade com fortes laços contínuos com seu passado econômico, mesmo que olhe para a economia do futuro. Com uma mistura diversificada de indústria clássica e empresas de tecnologia da internet e da informação, o produto interno bruto anual da grande área metropolitana atinge US$230 bilhões anualmente, classificando a cidade em 11ª de todas as economias metropolitanas dos Estados Unidos em criação de riqueza. A economia da cidade é em grande parte composta por grandes corporações, incluindo cinco empresas da Fortune 500: Amazon (que fez de seu fundador, Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo), Starbucks, Nordstrom, Expeditors International de Washington e Weyerhaeuser.

Photo Credit: Shutterstock

4. Boston, Massachusetts: mais de US$164.760

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Massachusetts: $539,055

• Renda medianaem Boston: $82,380

• População da área metropolitana: 4,8 milhões

Photo Credit: Shutterstock

A capital do estado de Massachusetts, e uma cidade global de segunda linha classificada entre as 30 metrópoles mais poderosos do mundo inteiro, Boston possui a sexta maior economia dos Estados Unidos e a 12ª maior entre áreas metropolitana internacionais, com um produto interno bruto anual superior a US$360 bilhões. As dezenas de universidades e faculdades da cidade são instituições de ensino superior muito procuradas que atraem um terço de um milhão de estudantes de todo o mundo todos os anos, trazendo quase US$5 bilhões com eles para contribuir para a economia local. As escolas e empresas de tecnologia de Boston fazem da cidade uma líder global em ciência, tecnologia e engenharia, incluindo ciências econômicas e sociais, bem como ciências altamente técnicas e aplicadas.

Photo Credit: Shutterstock

3. Washington, DC: mais de US$191.686

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% em Washington, DC: $544,719

• Renda mediana em DC: $95,843

• População da área metropolitana: 6,1 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Washington DC é a sede do governo federal dos Estados Unidos da América, e reside dentro de um distrito federal especial sob a jurisdição do Congresso dos EUA, por isso não pertence a nenhum estado dos EUA. As muitas funções do governo federal e da indústria de contratação privada que presta serviços aos seus departamentos constituem uma indústria local à prova de recessão, que continua mesmo durante as crises económicas nacionais e globais. Muitos empregadores de defesa e civis, escritórios de advocacia, organizações sem fins lucrativos, lobistas, associações comerciais e grupos profissionais compõem essa economia local única e têm sua sede em Washington DC. Anualmente, o produto interno bruto da área metropolitana da Grande Washington excede US$430 bilhões, o que a torna a sexta maior metrópole em PIB dos Estados Unidos.

Photo Credit: Shutterstock

2. São Francisco, Califórnia: mais de US$193.354

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Califórnia: $453,772

• Renda mediana em São Francisco: $96,677

• População da área metropolitana: 4,7 milhões

Photo Credit: Shutterstock

Atualmente uma cidade Alpha mundial, São Francisco é uma cidade histórica americana que ganhou destaque nos Estados Unidos durante a corrida do ouro na Califórnia, no final dos anos 1840 e início dos anos 1850. Naquela época, estabeleceu-se como uma potência financeira duradoura da costa oeste, com muitos chamando a Montgomery Street do distrito financeiro da cidade de “Wall Street do Oeste.” A tecnologia tem sido o maior motor do crescimento econômico de São Francisco nos últimos anos, com empregos de alta tecnologia representando apenas 1% do mercado de trabalho de São Francisco em 1990, quadruplicando para 4% nas duas décadas até 2010 e dobrando rapidamente para 8% da economia da cidade até 2013. A área da Baía de São Francisco é o epicentro global de startups da Internet, ponto com e gigantes das redes sociais.

Photo Credit: Shutterstock

1. San Jose, Califórnia: mais de US$220.080

• Quanto dinheiro é necessário para estar no top 1% da Califórnia: $453,772

• Renda mediana em San Jose: $110.040

• População da Área Metropolitana: 2 milhões

Photo Credit: Shutterstock

É preciso muito dinheiro para ser considerado rico em San Jose, comparado com os padrões do país, e esta cidade americana extremamente rica tem alguns dos mais altos custos de vida no estado da Califórnia e em toda a nação, impulsionada principalmente pelos preços exorbitantes dos imóveis e rendas na área, que sobem acima da média nacional e atendem às famílias com a maior renda disponível média de qualquer cidade nos Estados Unidos de meio milhão de residentes ou mais. San Jose é o lar das sedes de: Adobe, Altera, Brocade Communications Systems, Cadence Design Systems, Cisco Systems, eBay, Lee’s Sandwiches, Lumileds, PayPal, Rosendin Electric, Sanmina-SCI, e Xilinx.

Advertisement
Advertisement